Belford Roxo tem sua própria estação meteorológica

Siqueira (em destaque) ganhou o apelido de "Maju". Ele tem a previsão do tempo "na palma da mão" BELFORD ROXO -  A ...

Siqueira (em destaque) ganhou o apelido de "Maju". Ele tem a previsão do tempo "na palma da mão"
BELFORD ROXO - A previsão do tempo para hoje é de céu encoberto e tempestades isoladas com trovoadas. Temperatura em torno de 33 graus. Em Belford Roxo, só não sabe a previsão do tempo quem não quer. A Secretaria de Defesa Civil que administra o Centro de Monitoramento e Gerenciamento de Risco, é a única da Baixada Fluminense a ter sua própria Estação Meteorológica, capaz de acompanhar, em tempo real, as condições climáticas da cidade.

O órgão funciona há dois anos e monitora todo o município durante 24 horas. As informações que chegam são compartilhadas com a população na internet, através da página no Facebook https://www.facebook.com/defesacivilpmbr/?fref=ts e ainda por mensagem no celular, via SMS. Para isso, é necessário ligar para 199, ou 2761-0456 e cadastrar o número do telefone, informando nome e CEP da rua onde mora.
O Centro de Monitoramento e Gerenciamento de Risco funciona 24h

Agente concursado de Defesa Civil, formado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), Siqueira Campos, 43, é o Observador Climatológico, responsável pela Estação Meteorológica. Ele não consegue esconder a paixão pelo que faz. Seu envolvimento é tão intenso que acabou ganhando o apelido dos familiares e dos colegas de trabalho de “Maju”, alusivo à jornalista, Maria Júlia Coutinho, apresentadora da previsão do tempo no Jornal Nacional. “Não me importo. Outro dia, estava com minha esposa e filhos num clube e percebi que ia chover muito. Tínhamos acabado de chegar. Mas não hesitei em dar meia volta e levar todos para casa. Quando o temporal caiu, já estávamos em casa, seguros”, disse sorrindo, assegurando que no próximo ano fará Faculdade de Meteorologia.

É da sala da Estação Meteorológica, no Centro de Monitoramento, que Siqueira acompanha a as condições climáticas com mais cinco agentes plantonistas. De lá também é possível acompanhar o nível dos rios, entre eles, o Rio Botas, o principal do município. São oito pluviômetros automáticos instalados nos bairros: Maringá (Escola Municipal Padre Ramon), Andrade de Araújo (Escola Municipal Amélia Ricci Baroni), Bairro das Graças (Escola Municipal Belford Roxo), Parque Amorim (Subprefeitura), Nova Aurora (Subprefeitura), Parque Fluminense (Escola Municipal Professor Edson Santos), Vila Pauline (Escola Municipal Professor Pedro Antonio) e na sede da Defesa Civil, na Rua Joaquim da Costa Lima, s/nº, Santa Amélia).

A intensidade dos raios solares, a umidade relativa do ar, deslizamentos, alagamentos e focos de incêndios e até as previsões oceânicas (marés), também estão entre os serviços da Defesa Civil de Belford Roxo. Mesmo em caso de falta de energia elétrica os serviços não param. Um aparelho de sistema analógico mantém as informações no ar.

Via PMBR
Reações: 

Poderá gostar também de

Chuva 175506407294460626

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Rede Social

.

.

Popular

Recente

Comentários

Facebook

Google+

Receba matérias no seu e-mail

Arquivo do site

item