Adultos e crianças com deficiência física ficam sem os carros que os levavam para atendimento dentro e fora da cidade, em Nova Iguaçu

Mais de cem pacientes estão sem as vans para levá-los ao tratamento NOVA IGUAÇU -  Mais de cem pacientes com necessidades especiais est...

Mais de cem pacientes estão sem as vans para levá-los ao tratamento
NOVA IGUAÇU - Mais de cem pacientes com necessidades especiais estão sem transporte para levá-los às unidades de atendimento. Desde o início do ano, o serviço que era feito por duas vans foi suspenso, deixando 45 crianças e 68 adultos desassistidos. Ontem, familiares desses pacientes protestaram em frente à prefeitura.

Édila Damas, de 52 anos, é presidente do projeto “Pedro Emílio” que oferece apoio a pacientes com necessidades especiais. Seu filho, Pedro, de 15 anos, tem distrofia muscular de cintura. Édila contou que alguns pacientes perderam o tratamento porque não tinham como ir por meios próprios:

— A prefeitura alegou que as vans eram da Educação e que, por isso, devolveram. Nós ficamos na mão.

O filho da dona de casa Luzimar Vieira de Sousa, de 56 anos, faz tratamento médico em Botafogo, na Zona Sul, e em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Sem a van, ela sai de casa de madrugada.

— Levo de ônibus para não perder o tratamento. Quando a consulta é às 7h em Botafogo, saio de casa às 4h. Não consigo pegar trem com ele. Então, dependo do ônibus parar, tem motorista que diz que não tem como levar a cadeira de rodas. Tem horas que até desanima a gente — lamentou Luzimar, mãe de Jean Vieira Paulino, de 15 anos, que tem artrogripose múltipla congênita, uma síndrome que causa contraturas nas articulações.

De acordo com Édila Damas, após a manifestação, ela e um grupo de mães conseguiu uma audiência para conversar sobre a suspensão do serviço de transportes na subsecretria da Pessoa com Deficiência.

Questionada pelo EXTRA sobre o problema dessas famílias, a asssessoria de imprensa da Prefeitura de Nova Iguaçu informou, por nota, na noite de ontem, que “houve uma readequação no transporte de pacientes com necessidades especiais e que o serviço estará regularizado a partir de hoje”.


Via Extra
Caderno Mais Baixada
Por Cíntia Cruz
Reações: 

Poderá gostar também de

Saúde 523517732677911806

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Rede Social

.

.

Popular

Recente

Comentários

Facebook

Google+

Receba matérias no seu e-mail

Arquivo do site

item