Queimados tem grande mobilização em "Dia D" contra o mosquito Aedes Aegypti

QUEIMADOS -  Quem passava pela Praça Nossa Senhora da Conceição na manhã deste sábado (18) percebia uma movimentação diferente. Agentes...


QUEIMADOS - Quem passava pela Praça Nossa Senhora da Conceição na manhã deste sábado (18) percebia uma movimentação diferente. Agentes de saúde uniformizados entregavam panfletos e orientavam a população acerca da prevenção, dos sintomas e do tratamento contra a Zika, Dengue eChikungunya, todas transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Além disso, técnicos de entomologia demonstravam aos pedestres como utilizar o microscópio para identificação e análise das larvas do mosquito.

Uma das queimadenses que pôde conhecer o vetor transmissor mais de perto foi Dona Zenita Faustino do Nascimento, 63. Moradora do bairro Pacaembu, ela conta que se esforça para mobilizar todos os vizinhos na limpeza correta das residências.

“Eu faço a minha parte. Pedi que a Prefeitura intensifique a limpeza às margens do Rio Abel e a fiscalização de terrenos baldios. Sempre aviso a todo mundo, aos meus vizinhos, para não jogar lixo na rua pois pode acumular água. A coleta passa certinha, não tem motivo para jogar nada em terreno baldio”, afirmou a aposentada.

Além da panfletagem nas adjacências do local, da exibição de faixas nos semáforos e da ajuda de um “agente-mosquito” que fez sucesso com a criançada, a ação contou com a presença do Prefeito Carlos Vilela, que acompanhado do vice, Machado Laz, discursou sobre a importância desse tipo de iniciativa para a eficiência do combate ao Aedes aegypti.

“É impossível um país vencer o mosquito sem ajuda da população. Precisamos de todos cuidando de suas próprias casas e acabando com os criadouros do Aedes. Só com um envolvimento conjunto poderemos evitar novos surtos de Zika, Dengue e Chikungunya”, declarou o gestor.

Foram mobilizados cerca de 100 agentes de Combate às Endemias no ato, o que segundo a Secretária Municipal de Saúde, Lívia Guedes, foi uma forma de complementar as ações diárias da gestão.

“São 125 agentes do Setor Técnico de Monitoração e Controle de Vetores trabalhando incansavelmente para conscientizar a população sobre os riscos que nossa própria casa pode oferecer. A visitação domiciliar é feita diariamente e é parte indispensável no combate ao mosquito. Mesmo que o último LIRAa (Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti) em Queimados tenha sido de apenas 0.6, não podemos relaxar”, frisou a Secretária.

Via PMQ
Reações: 

Poderá gostar também de

Saúde 6613570258112276363

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Rede Social

.

.

Popular

Recente

Comentários

Facebook

Google+

Receba matérias no seu e-mail

Arquivo do site

item