Campeã olímpica Rafaela Silva visita Vila Olímpica de Belford Roxo

BELFORD ROXO -   O prefeito de Belford Roxo, Waguinho e o Secretário da Casa Civil, Márcio Canella, recepcionaram nesta quarta-feira (1...


BELFORD ROXO -  O prefeito de Belford Roxo, Waguinho e o Secretário da Casa Civil, Márcio Canella, recepcionaram nesta quarta-feira (15 de março), na Vila Olímpica, a judoca Rafaela Silva, 24 anos, que estava acompanhada pelo árbitro da Federação Internacional de Judô, Jeferson Vieira. Rafaela conheceu de perto os projetos desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e foi muito assediada pelos alunos da Vila.

Waguinho enfatizou que a visita de Rafaela Silva serve de incentivo para os jovens que buscam no esporte um ídolo para se espelhar. “A trajetória dela é fantástica. Lutou pelos seus sonhos e hoje é conhecida mundialmente. Nosso governo vai investir no esporte, pois é uma forma de tirarmos os jovens da ociosidade”, argumentou Waguinho, acentuando que está em entendimento com o Ministério do Esporte para reformar a Vila Olímpica.

Elogiando a superação de Rafaela Silva, Marcio Canella, enfatizou que a inserção dos jovens em atividades esportivas é o caminho para evitar que trilhem caminhos errados. "A Rafaela é um exemplo e hoje representa o Rio de Janeiro e todo o Brasil em diversas competições mundiais”, finalizou o secretário.

Humilde e paciente, Rafaela Silva posou para fotos com alunos e lembrou um pouco de sua trajetória, quando desde cedo teve que dar um ippon (golpe perfeito do judô) na pobreza e falta de perspectivas . A atleta lembrou que o esporte mudou sua vida, pois quando pequena uma de suas diversões era jogar futebol. Ao ingressar no projeto social do ex-atleta Flávio Canto, Rafaela chamou logo atenção pela agilidade e talento. “Minha vida foi difícil, mas o esporte a transformou. Mesmo morando em uma comunidade carente mantive meus sonhos. Hoje me orgulho de ter reformado a casa dos meus pais, além de ter comprado uma para mim. A medalha de ouro foi importante, mas digo sempre para os jovens que é necessário ter sonhos, metas e dedicação. Estou feliz em saber que Belford Roxo investe no esporte e na formação e atletas”, encerrou a judoca sendo cercada pelas crianças.

Na avaliação do secretário municipal de Esporte e Lazer, Fábio Augusto de Oliveira, o Fabinho Varandão, a visita de Rafaela Silva à Vila Olímpica mostra a importância do trabalho desenvolvido pelo município. “Hoje temos cerca de duas mil pessoas que frequentam a Vila e praticam algum tipo de atividade. Para nós é uma honra recebermos a visita de uma campeã olímpica. Nosso próximo passo agora é reformar a Vila e oferecer sempre o melhor aos atletas e visitantes”, resumiu o secretário, ao lado do secretário-adjunto, Alan Carlos Dias e do secretário-executivo Brayan Lima Cordeiro.

Praticando judô há três anos, o estudante Miguel Rodrigues, 13, fez fotos com Rafaela Silva. Faixa amarela, ele já traçou uma meta: ser campeão mundial e olímpico, tal qual Rafaela. “Ela é um exemplo para nós e conseguiu seus objetivos. O judô me ensinou a ter disciplina, paciência e nunca desistir dos seus objetivos. Ela conseguiu. Eu também vou conseguir”, arrematou.

A Vila Olímpica (Rua Lecílio, s/n, Nova Piam) desenvolve uma série de atividades esportivas e está cm inscrições abertas para atletismo, judô, capoeira e dança do ventre. É necessário levar identidade, CPF, comprovante de residência e uma foto 3 X 4. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 2761-7275.



Infância difícil na Cidade de Deus

A vida de Rafaela Silva sempre foi dura desde a infância. A atleta cresceu na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, e ainda pequena era vista jogando futebol com os meninos em um Campinho. A brincadeira na rua preocupava os pais, que a inscreveram, junto com a irmã Raquel, para aulas de judô no Instituto Reação, que é comandando pelo ex-atleta Flávio Canto.

Logo de cara o treinador Geraldo Bernardes viu potencial nas duas irmãs. Após várias lesões nos joelhos, o desempenho de Raquel entrou em declínio. Enquanto isso, Rafaela se destacava. Em 2008, venceu uma das etapas da Copa do Mundo de judô e se tronou campeã mundial sub-20. Daí por diante a carreira da judoca decolou e em 2011 ela foi medalha de prata (categoria até 57kg) e vice-campeã mundial adulta, com apenas 19 anos de idade. No Grand Slam de Tóquio, em 2012, foi medalhista de bronze.

No ano seguinte, Rafaela continuou brilhando nos tatames e conquistou a medalha de ouro no Pan-americano de Judô, em abril, na Costa Rica. Em agosto, Rafaela tornou-se a primeira mulher brasileira a se sagrar campeã mundial de Judô, vencendo na final a americana Marti Malloy. Em 2015 entrou para a Marinha e venceu o Grand Prix de Dusseldorf, na Alemanha.

Intensificando os treinos, Rafaela entrou em 2016 em plena forma e conquistou seu objetivo: a medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio. Na final, ela venceu a rival Dorjsürengiin Sumiyaa.





                                                       


Vídeo Notícias de Belford Roxo


Reações: 

Poderá gostar também de

Esporte 1927384973290286421

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Rede Social

.

.

Popular

Recente

Comentários

Facebook

Google+

Receba matérias no seu e-mail

Arquivo do site

item