Servidores de Belford Roxo decretam greve e prefeito explica motivo da revogação das leis

BELFORD ROXO - Os servidores municipais de Belford Roxo iniciariam ontem uma greve geral na cidade em resposta às medidas da p...




BELFORD ROXO - Os servidores municipais de Belford Roxo iniciariam ontem uma greve geral na cidade em resposta às medidas da prefeitura de cortar benefícios do funcionalismo. A decisão, que reúne representantes dos sindicatos da Saúde, Educação, Fiscais, Limpeza Urbana, entre outros, foi anunciada durante um protesto na cidade.

Uma das reclamações é sobre o fim do triênio. Com a aprovação da lei do quinquênio, na última quinta-feira, os funcionários públicos municipais só terão direito à gratificação adicional por tempo de serviço, no valor correspondente a 5% , a cada cinco anos de efetivo exercício. Ou seja, não mais a cada três anos.

O projeto de cortes foi aprovado pelos vereadores na semana passada com apenas um voto contra.


O que diz o prefeito



Apesar do estado de greve, o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, afirmou que não pretende voltar atrás das medidas tomadas. Ele alega que são ações para evitar o agravamento das dificuldades financeiras da cidade.

Por que o senhor editou essas medidas?

As medidas são necessárias para que o município não entre na falência. Se não nos enquadrarmos da forma necessária nesse momento de crise nacional, nós vamos chegar no mês de agosto e não vamos ter dinheiro para pagar mais ninguém. Quando tiramos o triênio e colocamos o quinquênio, não estamos desrespeitando lei nenhuma, até porque leis federais estabelecem o quinquênio. Temos que fazer os cortes para que os funcionários recebam seus salários.

Mas o senhor aumentou o número de secretarias e tem uma folha de R$ 5 milhões em cargos comissionados.

Todo governo tem que ter os seus comissionados. Não é só Belford Roxo que tem. Nós fomos competentes porque tínhamos uma estrutura de R$ 15 milhões em cargo comissionado. Nós diminuímos para R$ 4 milhões, mesmo com o aumento de secretarias. Não estamos cometendo nenhum exagero e não estamos fazendo nenhum desrespeito com o funcionário efetivo. O critério é de redução, mesmo com número maior de secretarias. O secretário antes ganhava R$ 16 mil, hoje, ganha R$ 8 mil. Eu cortei o salário do prefeito para R$ 11 mil.

Haverá mesmo o aumento da contribuição previdenciária para 14%?

Essa medida ainda não foi tomada. O Estado está seguindo esse critério de aumentar o desconto da previdência. Belford Roxo ainda não tomou essa decisão. Nem sei se vai tomar. Estamos fazendo um estudo se isso vai resolver ou se vai dar na mesma. Não encaminhamos para a Câmara nenhum tipo de aumento da previdência, nem encaminhamos pedido de suspensão do vale transporte.

Qual medida irá tomar com relação ao estado de greve dos servidores?

A greve não pode existir porque os servidores estão com o salário em dia (a prefeitura ainda paga os atrasados da antiga gestão). Nossa Procuradoria vai ao Judiciário para saber o que está passando na cabeça dessas pessoas. Se estamos pagando, não vejo motivo para greve. Nunca vi gente que recebe não ir trabalhar. O governo não vai voltar atrás com as medidas aprovadas.

Via Extra
Reações: 

Poderá gostar também de

prefeito Waguinho 6614001191038084468

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Rede Social

.

.

Popular

Recente

Comentários

Facebook

Google+

Receba matérias no seu e-mail

Arquivo do site

item