Ex-prefeito de Mesquita deixou R$ 130 milhões em dívidas para sucessor

MESQUITA -  Cem dias depois da posse, finalmente o prefeito de Mesquita, Jorge Miranda (PSDB), conseguiu fechar as contas e descobrir q...


MESQUITA - Cem dias depois da posse, finalmente o prefeito de Mesquita, Jorge Miranda (PSDB), conseguiu fechar as contas e descobrir que herdou R$ 130 milhões em dívidas da gestão anterior.

O tamanho do rombo talvez explique o fato de o ex-prefeito Gelsinho Guerreiro (PRB) ter abandonado a sede da prefeitura, e sumido da cidade, assim que perdeu a eleição, em outubro...

Mais de R$ 65 milhões são devidos à previdência dos servidores; R$ 28 milhões, a fornecedores e prestadores de serviços; quase R$ 17 milhões somam o déficit com pessoal e R$ 5 milhões com concessionárias de serviços públicos.

“O montante é mais da metade do orçamento executado em 2016”, lamenta Miranda.

Para piorar, o governo anterior teria usado indevidamente cerca de R$ 14 milhões em verba vinculada para áreas específicas, como saúde e educação — a chamada verba carimbada.

Tem ainda a conta de quase R$ 1 milhão, referente ao crédito consignado de servidores.

Ou seja: a prefeitura deixou de pagar os empréstimos dos funcionários, mesmo tendo descontado os valores de seus salários!

Via Extra
Reações: 

Poderá gostar também de

Política 4671793356383796510

Postar um comentário Default Comments

emo-but-icon

Rede Social

.

.

Popular

Recente

Comentários

Facebook

Google+

Receba matérias no seu e-mail

Arquivo do site

item